Capa
Unitec 20logo

Health.idea

Jan 8 - Feb 1 | São Leopoldo - RS, Brazil

http://www.tecnosinos.com.br/unitec/

About this Program

Acreditamos no poder das ideias para transformar o mundo. E foi pensando nisso que criamos o .idea: uma plataforma para potencializar o seu espírito empreendedor e colocar a sua ideia em prática!

O health.idea é o mais novo programa de startups da SAP Labs Latin America e da UNITEC, que combina necessidades reais da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, tecnologia SAP, mentoria e suporte.

Qualquer pessoa ou startup pode submeter sua ideia para resolução dos problemas propostos e os projetos selecionados terão acesso à mentoria tecnológica da SAP, e incubação na UNITEC!

Confira abaixo os desafios:

1. Coleta de informações (de pacientes) na Beira do Leito:
As informações do paciente são coletadas manualmente diariamente. A posteriori, estes dados são inseridos no PEP – Prontuário Eletrônico do Paciente em computador que fica no posto de Enfermagem. Existe um intervalo de tempo considerável entre a coleta e digitação. Além disso, existe o retrabalho e o risco de erro. O desafio é viabilizar uma inserção direta de dados com utilização de tecnologias digitais, produzindo informação em tempo real, reduzindo retrabalho e riscos de erros decorrentes de transcrição. Em geral, os aparelhos utilizados para coletar sinais do paciente são eletrônicos e utilizam displays. [PA, FR, FC, T, escalas assistenciais, etc.]

2. Gestão de Filas de Leitos e Bloco Cirúrgico:
A correta gestão da fila de leitos é pré-requisito para uma boa gestão do bloco cirúrgico. As cirurgias não-ambulatoriais, para serem realizadas, necessitam de leitos liberados para acolher os pacientes. Hoje, já utilizamos uma solução que gerencia a higienização dos leitos quando a ocorre a alta do paciente e que avisa quando o leito estará disponível com certa antecedência. Entretanto, este sistema não prioriza os pacientes que estão aguardando leito. O impacto dessa incerteza no funcionamento do bloco cirúrgico é direto. Não há ferramenta digital para a alocação de cirurgias nas diversas salas cirúrgicas.

3. Dimensionamento da Enfermagem:
Num hospital de alta complexidade como a Santa Casa, atendemos pacientes com perfis muito diversos. O nível de cuidado necessário varia conforme a enfermidade e a situação do paciente. Neste contexto, o dimensionamento dos recursos de enfermagem é crucial para garantir a segurança na assistência aos pacientes. A Santa Casa desenvolveu estudo para melhor determinar a efetiva carga de trabalho da enfermagem. Entretanto, não temos uma ferramenta digital capaz de determinar de maneira dinâmica esta carga de trabalho e que possa auxiliar na alocação dos recursos de enfermagem.

4. Relação com Médicos:
A Santa Casa tem um corpo clínico da ordem de 3.000 médicos entre corpo clínico aberto, profissionais contratados e residentes. Necessitamos de um ponto focal onde estes médicos possam ter acesso aos principais aspectos de sua relação com a Santa Casa: agenda, dados de seus pacientes (de dentro e de fora da instituição), assinar eletronicamente documentos com nível extra de segurança, comunicar-se com colegas e com a equipe multiprofissional, além de acompanhar seus honorários.


5. Relação com Pacientes:
A Santa Casa faz mais de 6.000.000 de atendimentos por ano entre consultas, exames, procedimentos e cirurgias. São mais de 50.000 hospitalizações/ano. Necessitamos de um ponto focal de relacionamento com os pacientes e onde eles possam: 1) fazer o agendamento de consultas (sistema em implantação); 2) buscar o resultado de exames (em funcionamento); 3) fazer o check-in; 4) enviar feed-backs ao hospital de seus quartos de internação; 5) onde os familiares possam ter informações sobre a evolução do paciente.


COMO FUNCIONA:

Acha que tem uma ideia ou projeto em IoT que pode solucionar os desafios da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre?

Você tem até 19 de julho para se inscrever.

20 startups serão selecionadas para ir até a SAP no dia 26 de julho para fazer o pitch da sua ideia para a equipe da Santa Casa, da SAP e da UNITEC. A partir dessa etapa, 10 ideias serão selecionadas para continuar no programa, e terão acesso ao programa de incubação, que nos primeiros 6 meses contará com mentorias compartilhadas entre SAP, UNITEC e Santa Casa para construção do MVP.

Até o dia 01 de Fevereiro de 2018, as empresas precisam apresentar um MVP funcional e, no fim desse período, as startups que estiverem aptas serão selecionadas para continuar o processo de incubação durante os próximos 12 meses e chegar ao resultado de um produto vendável, totalizando 18 meses de programa.

Veja aqui o regulamento completo: http://bit.ly/RegulamentoIdea

Inscreva-se agora e traga a sua ideia para o mundo real!

Realização: SAP Labs Latin America, UNITEC e Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre
Apoio:
UFCSPA - Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
SEBRAE RS
GROW +

Industries

Healthcare Services, Software